Como utilizar o impresso no marketing para médicos

Como utilizar o impresso no marketing para médicos

Existem 3 grandes desafios que a mídia impressa pode ajudar o profissional da saúde – seja médico, nutricionista, fisioterapeuta ou qualquer outra especialidade – a superar. São eles: Demonstração de Valor, Formação de Autoridade e Retenção de Clientes.

O marketing médico, quando abordado na junto à mídia impressa, pode ser muito mais que um simples receituário bem feito. Afinal, é função do marketing não somente comunicar, mas gerar demanda e mante-la fiel.

No post de hoje, vamos explorar cada um desses desafios acima, sugerindo ações de marketing impresso para obter melhores resultados.

Demonstração de Valor

Consultas com determinados especialistas podem ser verdadeiros investimentos em saúde para os seus pacientes. Como fazer então que o paciente veja aquele momento como de fato um investimento, e não somente mais uma despesa? A resposta está em – Aumentar o Valor Percebido.

Para isso, inúmeras são as peças de mídia impressa que você pode lançar mão: Desde os simples receituários médicos feitos em material de qualidade, como também pastas para exames, envelopes e um belo papel timbrado. 

Caso queira avançar ainda mais, pense também nas etapas que o seu paciente pode ter no futuro com você, seja um tratamento continuado que precise de um controle específico – porquê não fornecer para ele um cartão ou algo para ajudá-lo a cumprir o tratamento? 

O fato é, sair com as mãos abanando de uma consulta, ou com um bom material, certamente fará com que o seu paciente valoriza mais o seu trabalho, e também o valor investido nele.

Formação de Autoridade

Um grande desafio para qualquer profissional, e em especial para aqueles no começo de carreira, é de poder mostrar-se como uma referência no ramo. Assim, seus pacientes e contatos podem criar confiança em seu trabalho, gerando não só sucesso em tratamentos, como também indicações para novos pacientes.

Para conseguir superar essa barreira, invista não somente em uma boa papelaria, mas também em materiais informativos, como apostilas e livros, por exemplo. Não pense que este livro tenha o objetivo de tornar-se um bestseller (o que também pode acontecer é claro), mas sim que as pessoas que tiverem contato com ele certamente terão outra visão do autor.

Caso não saiba bem sobre o que escrever, lembre-se que você deve pensar nas necessidades dos seus pacientes. Este é o momento para afastar um pouco o “rigor médico” e pensar em termos mais voltados para o leigo, contando com dicas e conselhos vindas direto do profissional no assunto.

Um caso muito bacana que temos na Gráfica Rocha é a nossa querida cliente Dra. Cris Tozzo, que publicou conosco o seu livro “Cozinha Funcional”, repleto de receitas testadas e aprovadas pela Cris.

Veja que este projeto tem um padrão editorial fantástico, desde a sua capa (que inclusive você pode pegar algumas dicas em nosso post sobre o assunto), até a diagramação do livro. Vale a pena conferir o projeto. Você pode encontrá-lo a venda nos seguintes pontos de venda.

Livro “Cozinha Funcional” da autora Cris Tozzo

Retenção de Clientes

Ser lembrado somente nos momentos de necessidade de seus pacientes é um padrão entre os profissionais da saúde, chegando-se ao ponto de terem pessoas que tem medo de ir no médico e “descobrirem algo novo”. Como fazer então para ser lembrado, de forma positiva, e gerar a necessidade no paciente de vir se consultar?

A resposta está em buscar novos canais de comunicação, alinhados é claro com o perfil do seu cliente. Uma boa ação que já vimos ter excelentes resultados é a Mala Direta / Correspondência. Você pode achar que esse tipo de ação está antiquado – quando comparado a um e-mail marketing – mas fato é: a retenção de informação e a pessoalidade em uma ação impressa é muito maior do que em um e-mail.

Sugerimos que você faça o seguinte: Organize os seus clientes por nichos, você pode trabalhar com gêneros, talvez até mesmo com mês de aniversário, ou então alguma outra modalidade da sua especialidade.

Agora, desenvolva uma ação que se relacione com ele, de forma segmentada. Por exemplo, convide seus clientes para que no mês do seu aniversário eles tenham um desconto especial em uma consulta. Dessa forma, além de mostrar a preocupação com seu paciente, você também consegue gerar demanda nele.

É claro, ação de marketing impresso nenhuma irá superar o bom exercício e prática profissional de qualidade. Mas certamente você conseguirá alavancar os seus resultados com algumas dessas sugestões, facilitando a sua jornada profissional, e também a de seus pacientes.

Na próxima vez que for fazer o material impresso do seu consultório, lembre-se de falar com nossa equipe de consultores para te ajudar nessa tarefa.